Amigos... MUDAMOS PARA www.blogdojuliao.com

Pedofilia - Parte 01

Os especialistas muitas vezes tentaram imaginar que proporção dos homens que usam a Internet para obter imagens pornográficas de crianças também as molestam. Um novo estudo governamental de criminosos sexuais condenados indica que a proporção pode ser surpreendentemente elevada: 85% dos criminosos disseram ter cometido atos de abuso sexual contra menores.

A pesquisa, executada por psicólogos do Serviço Presidiário Federal, é o primeiro levantamento em profundidade sobre o comportamento dessa categoria de criminosos, conduzido pelos terapeutas responsáveis por seu tratamento direto no sistema penitenciário. As conclusões a que o trabalho chegou estão sendo divulgadas em caráter privado entre os especialistas, e estes dizem que elas podem ter imensas implicações para a segurança pública e a ação da polícia.

O comércio de pornografia infantil online explodiu, nos últimos anos, e os pesquisadores não sabiam que proporção dos homens que baixam esse tipo de imagem de crianças online são, também, molestadores; alguns especialistas afirmam que o estudo “deve ser divulgado o mais rápido possível”, para identificar homens que alegam estar apenas “olhando fotos” mas, na verdade, vão bastante além.

Mas outros afirmam que os resultados, embora significativos, correm o risco de categorizar alguns homens como predadores de maneira injusta. As conclusões, que se baseiam em trabalho com criminosos condenados que se ofereceram como voluntário para o estudo, não se aplicam necessariamente ao grande e diversificado grupo de adultos os quais, em determinado momento, podem ter baixado pornografia online, e cujo comportamento é variável demais para que uma única pesquisa possa capturar.As pessoas detidas por acusação de posse ou distribuição de pornografia infantil em geral recebem sentenças menos severas do que os criminosos sexuais, e passam por períodos de liberdades condicional mais curtos. Elas não se enquadram a qualquer estereótipo criminal, detenções recentes incluíam políticos, policiais, professores e empresários.

“É crucial compreender a história sexual de todos os esses criminosos, porque ocasionalmente o crime pelo qual tenham sido detidos representa apenas o topo do iceberg, e não representa seus padrões de atividade e interesses reais”, disse Jill Levenson.

Os terapeutas encorajaram os participantes a revelar, anonimamente, quaisquer crimes sexuais mais graves que não tivessem sido revelados em seus julgamentos, e depois compararam essas revelações aos registros de crimes dos detentos quando de seus julgamentos. De acordo com a comparação, 85% dos detentos admitiam abusos físicos contra pelo menos uma criança antes de sua prisão, ante apenas 26% no cômputo realizado quando de suas detenções.

Pedófilo Virtual e Real

Homens que fazem download e distribuem pornografia infantil pela Internet compartilham as mesmas características de pedófilos condenados, afirma uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira. Traços como problemas com intimidade e isolamento social podem ser marcadores que ajudam a identificar a minoria de internautas que consome pornografia na Internet e que pode acabar atacando crianças.

“Há muitas características semelhantes entre os dois tipos de pessoas”, disse o professor David Middleton, da Universidade De Montfort, na Inglaterra. “Podemos identificar um conjunto de indivíduos em ambos os grupos.” Apesar de alguns internautas terem sido considerados culpados de abuso de crianças, Middleton e sua equipe descobriram que a maior parte não tinha qualquer condenação anterior.
A pornografia infantil na Web é um problema crescente no mundo todo. Um grupo de monitoramento, recebeu nos primeiros seis meses de 2006 mais de 14 mil denúncias de conteúdo potencialmente ilegal, um aumento de 50% ante o mesmo período do ano anterior.

“Quanto mais destes marcadores eles têm em suas características psicológicas, mais inclinados eles podem estar a intensificar seu comportamento”, disse o pesquisador.

Fonte: Julian Sheer e Benedict Carey (SexxxChurch)

2 comentários:

henriq truthful-love disse...

Temos que lutar contra isso, somos a igreja protestante de CRISTO!

Anônimo disse...

A paz do senhor julio gostei do seu blog muito interesante as notícia e os assuntos que vc colocou em pauta muito atual, passei para falar com o irmão que eu coloquei em meu blog um estudo sobre dizimo e oferta gostaria que o irmão me desse alguma opinião referente ao assuno do dizimo e da oferta que postei no blog/:jesuscristoaluzdomundo.blogspot.com um abraço.